quinta-feira, 28 de maio de 2015

Pastéis de Chaves

O artigo da Rádio TSF de hoje informa que o Pastel de Chaves ganhou a Indicação Geográfica Protegida (certificação oficial regulamentada pela União Europeia a produtos gastronómicos produzidos numa determinada região)  passando a integrar uma lista de mais de 1.200 produtos certificados. Para saber mais sobre esta notícia, clicar aqui.

Pastéis de Chaves
Chaves Pastry




Ingredientes:
  • 1 kg de carne de vitela picada;
  • Rodelas de chouriço;
  • 5 cebolas;
  • 4 dentes de alho;
  • 1 tomate pelado;
  • 1 malagueta fresca;
  • Pimenta a gosto;
  • Salsa a gosto;
  • Vinho branco;
  • Azeite;
  • Sal;
  • 2 embalagens de massa folhada.

Modo de preparação:
  • A carne picada deve ser temperada em vinha de alhos e ficar a marinar durante 1 dia.
  •   Fazer um refogado com as cebolas e com os dentes de alho num tacho anti-aderente e acrescentar uma pitada de sal;
  • Quando o refogado estiver dourado, acrescentar a salsa, a pimenta, o tomate pelado em pedaços e 2 ou 3 colheres de sopa de vinho branco;
  • Deixar marinar o preparado por 10 a 12 minutos com o tacho tapado;
  • Juntar a carne picada e os chouriços cortados em bocados e mexer bem;
  • Deixar cozinhar em lume brando durante 20 minutos e mexer de vez em quando para o preparado não pegar no tacho;
  • Se for preciso rectificar a quantidade de vinho branco e de tomate pelado;
  • Em cima de um tabuleiro cortar em tiras largas a massa folhada;
  • Depois de arrefecida a carne, envolvê-la nas tiras de massa folhada e fechando em toda a volta de forma a não verter;
  • Forrar um tabuleiro com papel vegetal e colocar os pastéis de forma a que não fiquem colados uns aos outros;
  • Levar ao forno por 20 minutos a 250 graus (verificar regularmente até estarem cozidos);
  • Bom apetite!
Esta receita foi gentilmente cedida pelo chef J.

segunda-feira, 25 de maio de 2015

Como manter os legumes (mesmo) verdes depois de os cozer?

Acabei de ler em OBSERVADOR.PT um truque muito fácil e saudável de manter os legumes mesmo verdes depois de os cozer, sem usar bicarbonato de sódio. É uma óptima forma de deixar os legumes com um aspecto apetitoso, mantendo os nutrientes e o sabor em saladas frescas de Verão.


Veja o truque de cozinha aqui: http://observador.pt/videos/truques-de-cozinha/como-manter-os-legumes-verdes-depois-de-os-cozer/

sexta-feira, 22 de maio de 2015

Jovens confessam maus hábitos alimentares quando chegam à Universidade

O artigo de hoje da Rádio TSF fala sobre os maus hábitos alimentares de estudantes que chegam à Universidade e que procuram comidas rápidas de levar e de comer e que simultaneamente dão mais energia, mas que a médio e a longo prazo se traduz num aumento significativo de peso. 



Leia mais sobre este artigo ou então ouça em http://www.tsf.pt/paginainicial/AudioeVideo.aspx?content_id=4582009

terça-feira, 5 de maio de 2015

Tarte de Framboesa

Hoje, para 3ª feira, decidimos fazer uma sobremesa da época. Apesar de estar um tempo inconstante, umas vezes com chuva, outras vezes com um sol de Verão, decidimos esquecer o mau tempo e trazer uma sobremesa que faz lembrar o Verão. Estamos a falar da Tarte de Framboesa. É uma receita que não é difícil de confeccionar e o resultado vale o esforço. Vamos experimentar?


Tarte de Framboesa
Raspberry Custard Tart





Ingredientes (para uma tarte com 22 cm de diâmetro ou 4 a 5 pequenas):
  • 250 g de framboesas;
  • Açúcar em pó para polvilhar.

 Para a base:
  •  1 embalagem ou 230 g de massa quebrada

Ou então pode fazer a base com os seguintes ingredientes:
  • 150 g de farinha de trigo sem fermento;
  • 70 g de manteiga (fria e cortada em cubinhos);
  • 1 colher de sopa de açúcar;
  • 1 pitada de sal;
  • 3 colheres de sopa de água gelada.

 Para o recheio de Creme Pasteleiro:
  • 300 ml de leite gordo;
  • 3 gemas de ovo;
  • 50 g de açúcar;
  • 2 colheres de sopa de farinha de trigo sem fermento;
  • 2 colheres de chá de farinha maizena (peneirada juntamente com a farinha);
  • 1 colher de chá de extracto de baunilha;
  • 100 ml de natas para bater.

 Modo de Preparação:
  • Numa taça juntar todos os ingredientes para a base;
  • Amassar tudo muito bem até ober uma massa homogénea;
  • Forrar a tarteira com a massa e levar ao frigorífico durante 20 minutos;
  • Pré-aquecer o forno a 180ºC;
  • Picar a massa com o garfo, levar ao forno durante 15 minutos e deixar arrefecer;

Para o recheio
  • Numa taça, misturar as gemas com o açúcar, as farinhas e a baunilha;
  • Num tachinho, aquecer o leite e juntar aos poucos às gemas mexendo sempre;
  • Colocar novamente o creme em lume brando, mexer sempre com uma colher de pau durante alguns minutos até engrossar;
  • Caso formar grumos, passar o creme num coador fino e deixar arrefecer;
  • Bater as natas frias até fofas e juntar ao creme;
  • Colocar o creme pasteleiro sobre a base da tarte e em seguida as framboesas;
  • Servir frio polvilhado com açúcar em pó.


Bom apetite!


Esta receita foi gentilmente cedida pelo chef J.

terça-feira, 20 de maio de 2014

Paté de Requeijão com Hortelã Pimenta

Há cerca de 2 semanas recebi em casa uns amigos para comemorar um aniversário e decidi que ia cozinhar algo que fosse simultaneamente saudável e muito saboroso, que fosse leve e que activasse as papilas gustativas. Por isso, escolhi este receita que tem um elemento que eu gosto muito que é a hortelã e que inclusive tenho em vaso à janela. A hortelã pimenta, após plantada, num vaso ou floreira, dá-se muito bem num sítio com meia luz solar e com alguma água, sendo que se adaptar bem ao solo acaba por ser uma erva infestante por se espalhar e crescer bem.

Paté de Requeijão com Hortelã Menta
Cottage Cheese with Mint


Ingredientes:

  • 2 Requeijões médios (de preferência de marcas diferentes);
  • Folhas de Hortelã pimenta (pode também ser só hortelã);
  • Sal a gosto (2/3 pitadas de sal grosso);
  • Pimenta moída.

Modo de Preparação:

  • Juntar todos os ingredientes excepto a pimenta moída numa taça e mexer vigorosamente durante 1 a 2 minutos até obter uma pasta de requeijão com hortelã. Em vez de se colocar as folhas, pode-se colocar a hortelã toda, aproveitando até ao caule, retirando as raízes e picando grosseiramente;  
  • Colocar a pimenta moída na hora (e a gosto) e voltar a misturar;
  • Reservar no frigorífico até à hora de servir;
  • Ideal com tostas ou pão rústico para servir como entrada;
  • Bom Apetite!


sábado, 25 de janeiro de 2014

Quiche de Bróculos

Hoje, para Sábado, vamos fazer uma tarte salgada. Apresentamos a Quiche de Bróculos.

Quiche de Bróculos
Mini Broccoli Quiche


Ingredientes (para uma tarte pequena com 22 cm de diâmetro ou 4 a 5 pequenas):

Para a base:

  • 1 embalagem ou 230 g de massa quebrada.
Ou se quiser pode fazer a base com os seguintes ingredientes:

  • 150 g de farinha de trigo sem fermento;
  • 70 g de manteiga (fria e cortada em cubinhos);
  • 1 pitada de sal;
  • 3 a 4 colheres de sopa de água gelada.
Para o recheio:

  • 500 g de bróculos frescos (cozidos e picados grosseiramente);
  • 1 cebola média (picada);
  • 4 ovos grandes (batidos);
  • 200 ml de natas light ou 200 ml de leite;
  • 50 g de queijo Parmegiano-Reggiano ralado (queijo parmesão);
  • 2 colheres de sopa de azeite;
  • Sal a gosto;
  • Pimenta preta (moída na altura) a gosto;
Modo de Preparação:

  1. Amassar muito bem todos os ingredientes da base até obter uma massa homogénea;
  2. Forrar a tarteira com a massa e levar ao frigorífico durante 20 minutos;
  3. Refogar a cebola no azeite com uma pitada de sal durante alguns minutos;
  4. Pré-aquecer o forno a 180ºC;
  5. Numa taça, juntar a cebola, os bróculos, os ovos, as natas ou o leite, o queijo e temperar com sal e pimenta;
  6. Transferir a mistura para a base e deixar no forno durante 35 a 40 minutos (ou 20 a 25 minutos para tartes mais pequenas);
  7. Bom apetite!
Esta receita foi gentilmente sugerida pelo Chef J.

quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Treino Saudável

Hoje, 5ª feira, logo de manhã, decidi ir ao ginásio para aproveitar bem o dia. Por isso fui fazer a aula de TNT FIT. Esta aula, de aproximadamente 1 hora, é baseada num treino funcional com o objectivo de melhorar as capacidades físicas, trabalhando o corpo como um todo, sendo um complemento perfeito ao treino diário. Nesta aula tivemos séries de 45 segundos por várias estações, e com descanso de 10 segundos dos seguintes exercícios:


  1. Agachamento (com salto) com peso;
  2. Burpee com bosu;
  3. Lunge dinâmico com energy bag;
  4. Swing com kettells;
  5. Flexões com halteres;
  6. Flexões inclinadas no banco ou em alternativa, afundos no banco.
Depois da aula ainda deu tempo para fazer 3 séries de 20 repetições de chest press, leg extension e rotary calf, terminando numa série de abdominais, jumping jacks e alongamentos.

Estes exercícios foram feitos pelo desportista S.

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Treino saudável - 4ª feira

Hoje, 4ª feira, deixei-me descansar um pouco mais do que o habitual e decidi ir ao ginásio à hora do almoço, para aproveitar a aula de grupo chamada Energy Bag.

A aula de "Energy Bag" consiste em fazer vários exercícios com um saco de areia que pode pesar 6 ou 8 kg, com o objectivo de treinar diferentes partes do corpo como braços, pernas ou abdominais. Esta aula teve a duração de 1 hora, foi feita por 2 séries de 7 exercícios para trabalhar todas as partes do corpo.

Este exercício foi feito pelo desportista S.

terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Treino saudável - 3ª feira

Hoje, terça-feira, acordei bem cedo para ir para o ginásio fazer uma aula de grupo. Infelizmente cheguei atrasado e já não apanhei o início da aula de Body Combat.

Eu gosto de fazer a aula de Body Combat porque é uma actividade física que combina movimentos e posições desenvolvidas a partir de várias disciplinas de auto-defesa como o boxe, a capoeira, kickboxing, karaté e jiu-jitsu, o que auxilia muito na queima de gordura. Tem uma componente cardiovascular, de força, concentração e coordenação.

Depois da aula ainda houve tempo para fazer 3 séries de 20 repetições em:


  1. Chest Press;
  2. Leg Extension;
  3. Rotary Calf;
  4. Adutor;
  5. Abdutor;
  6. Saltar à corda;
  7. Série de abdominais.
À hora do almoço, após o desafio da minha colega, fui fazer uma aula completamente cardiovascular em cima de um trampolim individual. É uma aula de Power Jump, que permite um alto gasto calórico e muito trabalho cardiovascular realizada em minitrampolins. 

Por hoje chega de exercício. Até amanhã!

Estes exercícios foram feitos pelo desportista S.

Treino saudável no ginásio - 2ª feira

A comida saudável não chega para estarmos com boa saúde e em forma. É necessário fazer um pouco de exercício físico para termos uma vida saudável e possibilitar-nos comer com menos preocupações com as calorias. 

Nesta segunda-feira, no ginásio, tivemos uma aula de grupo de Military Training que foi óptima para acordar e acelerar o metabolismo. Nada melhor do que fazer exercícios em séries, com repetições, durante 45 segundos a 1 minuto, com treinos de força de alta intensidade.

Os exercícios foram os seguintes:

  1. Puxar corda com peso (Thick Rope Pulls);
  2. Peso morto (Deadlift);
  3. Clean & Press;
  4. Agachamento Frontal com barra;
  5. Agachamento com salto;
  6. Lunge com peso;
  7. Levantamento de saco de pancadas;
  8. Rotação com bola medicinal;
  9. Abdominal sentado com mãos e pés levantados;
Fora da aula ainda deu tempo para:
  1. Saltar à corda;
  2. Supino declinado com barra;
  3. Gémeos (calf press on leg machine);
  4. Supino em máquina;
  5. Extensões de pernas.

À hora do almoço, uma aula rápida de V-TRX, com exercícios de:

  1. Remada invertida;
  2. Remada com abertura em T;
  3. Agachamento;
  4. Agachamento com salto;
  5. Agachamento a uma perna;
  6. Extensão de braços;
  7. Burpees (fora do TRX).

Estes exercícios foram feitos pelo desportista S.